quinta-feira, 21 de junho de 2012

Let's all be suns!

Tem gente que reclama que tem muito pouco tempo e que 24 horas por dia é insuficiente e, por isso, o dia poderia ter 36 horas e muitos problemas acabariam. Meu deus, se fosse assim, nosso mundo seria pior do que já é!

Eu sou a favor do dia ter menos horas! Ele poderia ter apenas umas 16. A gente vai dormir umas 10h30 da noite e acorda por volta das 6h30 e 7h. Pronto! Ainda teríamos mais oito horas pela frente. Dentre as quais poderíamos trabalhar/ estudar durante três e o restante, consumir para nós mesmos. 

Trabalharíamos menos e teríamos menos responsabilidades, pois, pela falta de tempo, o trabalho teria que ser mais bem dividido de maneira que uma pessoa não ficasse acumulada de tarefas e não conseguisse cumpri-las todas antes do fim do dia.

Poxa, estou sendo muito utópica, não é verdade? Isso me lembra até o Fourier! Mas a verdade é que a melhor parte do dia, para mim, é antes do almoço. Adoro acordar relativamento cedo - antes das 9h, para aproveitar ao máximo a manhã; enquanto que a noite, procuro sempre dormir o mais cedo possível para o dia acabar logo! Depois do almoço, tudo se volta para a necessidade de voltar para a casa, o cansaço depois de encher a barriga atinge nossas capacidades físicas e intelectuais e tudo o que queremos é não estar no compromisso de trabalhar/ estudar ou qualquer outra obrigação. 

Até a refeição da manhã é melhor! Um leite morno com um café passado na hora, um pãozinho ainda quente com a manteiga derretendo, uma fruta doce e, de vez em quando, um bom pedaço de bolo de fubá. É quando estamos no melhor da gente - depois de uma boa noite de sono, é claro. E, também, é um momento de otimismo, de que faremos do nosso dia o melhor possível; enquanto que a noite, bate muitos arrependimentos: "Deveria ter ido à academia.", "Deveria ter terminado aquele projeto ainda hoje.", "Não deveria ter comido aquela feijoada no almoço que está me fazendo mal.", "O dia estava tão bonito, poderia ter ido ao parque.", e muitas outras. 

Campanha para que sejamos todos sóis! Assim, nascemos pelas manhãs e, nos dias quentes, vivemos mais; enquanto que nos dias nublados e frios, a gente nem exista - que só existamos na luz, no calor e na felicidade de bons cafés da manhã. 

2 comentários:

Giovana disse...

achei que voce é o ser mais fofo de todos os sois existentes ! Allan

Gabi disse...

Muito legal esse post, Gi!!!

Beijos,

Gabi